sexta-feira, 5 de junho de 2009

Servidores da educação fecham o trânsito em manifestação na capital


Cerca de 300 pessoas se reuniram em frente ao Palácio da Liberdade para reivindicar melhores salários


Em manifestação, servidores estaduais da educação fecharam o trânsito, na tarde desta sexta-feira, em frente ao Palácio da Liberdade, região centro-sul de Belo Horizonte. A categoria reivindica a recomposição das perdas salariais acumuladas há dez anos.

Cerca de 300 pessoas, vindas de várias cidades do estado, participam do protesto nesta tarde. De acordo com Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o fluxo de veículos foi afetado na avenidas Cristóvão Colombo, Brasil e Gonçalves Dias.

Mais cedo, os servidores se reuniram em frente à Secretaria do Estado da Educação de Minas Gerais (SEE-MG), no bairro Gameleira, região oeste da capital.

6 comentários:

Anônimo disse...

Prezados senhores governantes,temos que valorizar os nossos educadores, poque vai chegar o momento que vamos viver na época de Casa Grande Senzala de Gilberto Freire em que só aqueles que podem pagar têm uma professoara em casa.Minas avança, mas a Educação também, principalmente com políticas públicas eficaz que ajude o educando e educador nestes momentos em que vivemos oprimidos e cobrados sem falar da violência verbal e física e psíquica que sofremos por parte de alguns educando.Mesmo acreditando e tendo esperança na educação o amor pela profissão fica abalada e nos leva a adoecer.
Patrocínio-MG

Anônimo disse...

Caros leitores,vocês se lembram de uma propaganda na TV em que uma pessoa peguntava a outra pessoa pra onde ia os vários recuros do país, ele respondia, mas somente uma pergunta ele não conseguiu responder, "onde vai o dinheiro público". Como podemos acompanhar os últimos acontecimentos com um pouco de inteligência nós mesmos podemos dar a nossa própria resposta.Sabemos que o movimento ficha limpa não foi aprovado... por isso devemos fazermos uma análise crítica da situação atual para que a ficha limpa funcione pelo menos nas urnas. Falta de dinheiro para investir na educação e saúde sabemos que tem, basta quere fazer uma política séria de acordo com significado da palavra ("política"- bem comum).
Minas Avança...
Patrocínio 12/12/2009

Anônimo disse...

Caros servidores, Minas é um dos Estado que tem um PIB alto, mas se recusa a pagar o teto base, esquecendo de valorizar os nossos educadores principamente os especialistas que dedicam anos de travalho e não são bem remunerados e tem que trabalharem além dos 25 anos. Vamos respeitar os nossos especialistar e dar a eles uma vida dígna. Minas está cada vez mais avançando em vários setores por que não dar prioridade os servidores da educação..
Patrocínio MG 12/12/2009

ATBs disse...

Mensagem aos Políticos Mineiros

Venho respeitosamente, manifestar aos Srs. Políticos minha insatisfação com o descaso e flagrante desrespeito para com os Servidores da Educação de Minas Gerais.
Os BONS Políticos, que infelizmente, são raríssimas e honrosas exceções, serão por mim lembrados na eleição e jamais serão esquecidos os Srs. Políticos e Gestores Públicos que aí estão e nada fizeram para valorizar o nosso trabalho, porque é preciso aprimorar-se como eleitor e RENOVAÇÃO para cultivar a esperança de um futuro mais JUSTO.
E, por favor, Srs. Políticos e Gestores Públicos, não façam nada de “última hora”, só deposito a confiança do meu voto em quem se dedica todos os dias para manter vivo o nosso sagrado direito ao TRABALHO DIGNO.
Estamos fartos de “políticos medíocres” e FALSA PUBLICIDADE ELEITORAL, que não convence nem a si próprios.
Os Servidores da Educação são merecedores de RESPEITO e DIGNIDADE. Quem trata com descaso seus Servidores, desrespeita a todos os cidadãos.

Anônimo disse...

SOLICITAÇÃO DOS ESPECIALISTAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA JUNTO À SECRETARIA DE EDUCAÇÃO.

A regulamentação da aposentadoria especial beneficiou professores que atuam na direção, em ajustamento funcional, do uso da biblioteca.
Os especialistas que também foram contemplados pela emenda da LDB não foram beneficiados com tal regumantação.
- Como ficam os especialistas que possuem tempo na regência de turma?
- Não seria então justo, fazer uma proporcionalidade deste tempo diminuindo assim os trinta anos para aposentadoria?
Aguardamos providência

Anônimo disse...

Senhores Deputados aguardamos parecer favoravel em relaçao a aposentadoria especial para os especialistas de educaçao.O tempo de regencia nao pode ser esquecido. Reinvindicamos a proporcionalidade deste tempo.Atenciosamente,especialista de educaçao.

Postar um comentário

Atenção:

A permissão de comentários do blog é total. Inclusive com postagem anônima. Isto contudo não quer dizer que não haja moderação dos mesmos.

Respeito é a única regra aqui. Respeito, afinal de contas, é uma palavra que resume bem o objetivo maior de nossa luta.

Deixe sua mensagem, e, dentro do possível, tente somar. Já estamos fartos de "descontos".